Siga-nos:

Com quem devo fazer minha Cirurgia Ortognática?

A VPN is an essential component of IT security, whether you’re just starting a business or are already up and running. Most business interactions and transactions happen online and VPN

Como fazer a melhor escolha do cirurgião?

O número de pacientes em preparo ortodôntico com a decisão para cirurgia ortognática vem aumentando consideravelmente de maneira que os pacientes quando orientados da necessidade da cirurgia ortognática geralmente por um ortodontista o qual foi procurado para correção da mordida realiza a primeira indicação do cirurgião bucomaxilofacial. Neste momento a conversa com o cirurgião bucomaxilofacial é fundamental para exposição ao paciente de todos os riscos da cirurgia ortognática e das limitações do caso.

Todos os casos de cirurgia ortognática em seu planejamento e execução são acompanhados de ganhos e limitações e estas sempre devem ser ponderadas em função dos riscos que a presente cirurgia pode colocar o paciente.

Neste momento entra o primeiro critério que deve ser observado pelo paciente: O meu cirurgião bucomaxilofacial me explicou isso? O cirurgião bucomaxilofacial deve apresentar ao paciente um plano de tratamento ortodôntico e cirúrgico inicial e justificar suas opções sempre conjunto ao ortodontista o qual também deve expor as limitações do preparo ortodôntico.

O segundo critério de escolha deve ser baseado em um detalhe geográfico e presencial. O meu cirurgião bucomaxilofacial, ou seja, quem vai executar realmente a minha cirurgia reside aonde? O fato da distância se baseia em alguns aspectos:

1 – A cobrança por resultados parte do cirurgião conhecido e residente/ estabelecido na região é muito maior em relação a cirurgiões que residem fora.

2- Imagine que qualquer problema que ocorrer e principalmente os que precisarem ser resolvidos de maneira emergencial nas primeiras 48 horas após a cirurgia não contarão com a presença desse, ou seja, quem irá conduzir o caso?

3 – O critério de avaliação dos resultados, após conversa com os pacientes, é muito mais fácil de pacientes operados pelo cirurgião local, uma vez que pacientes de uma maneira geral sempre expressam sua opinião sobre os resultados da cirurgia ortognática.

4 – A integração e os retornos com o ortodontista certamente são muito melhores com um cirurgião local, uma vez que dificilmente o cirurgião que reside em outra localidade terá acesso na sua agenda para ver o paciente semanalmente como pedem os critérios de um rigoroso controle pós operatório, uma vez que quem operou sabe a condução pós operatória que não é uma receita de bolo e sim uma arte e experiência associadas aos anos de prática e estudos na área.

5 – Pacientes devem tomar cuidado: hoje é muito frequente que cirurgiões bucomaxilofaciais sem formação em cirurgia ortognática concreta em sua residência, se aventurem a aprender em ambiente de consultório particular com orientação de outros colegas… – como isso é complicado… você gostaria de ser um paciente treino para o determinado cirurgião?

Sendo assim sempre analise critérios como anos de experiência e número de casos operados, juntamente com a habilidade de planejamento uma vez que a manipulação dos softwares de planejamento 3D de cirurgia ortognática (NEMOFAB/ NEMOTEC) deve ser vista como o uso de um instrumental da caixa de cirurgia, que somente a habilidade do cirurgião bucomaxilofacial vai fazer o melhor e mais eficiente uso do mesmo e não por terceiros que pouco viram e analisaram o paciente.

Quer saber mais? Envie sua mensagem pra cá: [email protected] ou clique aqui para enviar sua mensagem para nosso WhatsApp 47 98864-0770

Dr. Pablo Leite
CRO/SC 6944