Siga-nos:

A dor de cabeça tem relação com a dor na Articulação Temporomandibular?

A VPN is an essential component of IT security, whether you’re just starting a business or are already up and running. Most business interactions and transactions happen online and VPN

Os processos patológicos (doenças) de qualquer região do corpo manifestam-se principalmente com dor na região envolvida, associada ou não a limitação funcional (abrir a boca / mastigar com ou sem dor). Com relação aos processos patológicos que acometem a Articulação Temporomandibular, os quadros dolorosos podem se irradiar a partir da articulação, principalmente com o estímulo mastigatório ou a manobra de contra pressão atingindo regiões da cabeça e pescoço. Estas dores podem ser muito facilmente confundidas com cefaléias e serem tratadas erroneamente com medicações, que irão mascarar o real problema do paciente.

As manobras e exames clínicos tornam-se ainda mais importantes neste diagnostico quando as imagens de ressonância magnéticas da Articulação Temporomandibular não demonstram sinais sugestivos de degeneração, excluindo erroneamente a patologia articular. Como assim? Ressonância normal com doença presente? Isso mesmo, dores relacionadas às articulações temporomandibulares no curso evolutivo da patologia tem, em uma fase precoce (inicial), somente alterações bioquímicas as quais somente podem ser detectadas sob o ponto de vista artroscópico e conjuntamente interrompidas. Assim as dores de cabeça (cefaléias) podem sim estarem relacionadas a problemas na Articulação Temporomandibular.

Imagens de Artroscopia de ATM (imagens de dentro da articulação da mesma paciente) em regiões correspondentes:

Lado direito: Sinovite Grau IV (grande inflamação do disco articular)

Lado esquerdo: Observe a normalidade na artroscopia da superfície do disco articular nesta região